Download

|

O processo contempla a produção das mudas, o plantio e a manutenção das florestas, a colheita e o transporte da madeira. A competitividade e a sustentabilidade são garantidas pelas certificações de manejo florestal (Cerflor, FSC), de qualidade, meio ambiente e saúde e segurança do trabalho (ISO 9001, ISO 14001, OHSAS 18001), além de programas de inovação tecnológica e melhoria contínua dos processos florestais.

 

A IP conta com uma base florestal de aproximadamente 100 mil hectares no Brasil, sendo cerca de 25 mil ha destinados à conservação ambiental, que representam 25% da área total. Esse número excede a exigência da legislação brasileira sobre áreas destinadas.

 

O manejo florestal da IP Brasil visa o abastecimento das unidades em madeira, proveniente de florestas 100% plantadas e renováveis.

304-1, 304-3

A RPPN Floresta das Águas Perenes, em Brotas, apresenta 80% de sua área em fase de restauração, contando com o apoio da Equipe Técnica Ambiental e de uma empresa de Consultoria para fazer o estudo da regeneração natural do Cerrado. Ela foi considerada uma área que fornece serviços ambientais em situações críticas (proteção de bacias hidrográficas). A proteção desta reserva natural contribui para a manutenção dos mananciais, estimulando a principal atividade econômica do município de Brotas que é o ecoturismo, já que os turistas aproveitam as águas para o lazer ou para a prática de esportes.

 

Já a RPPN Parque Florestal São Marcelo, situada em Mogi Guaçu, foi 100% reflorestada, e conta com uma parceria do Instituto de Botânica para estudos na área. Apesar da IP Brasil possuir outras áreas com concentração significativa de biodiversidade, essa RPPN foi selecionada para esses estudos por integrar um programa de parceria entre a IP Brasil e a Secretaria de Meio Ambiente do Estado de São Paulo, por meio do Instituto de Botânica. O trabalho pioneiro de restauração decorrente desta parceria, foi o primeiro Programa de Restauração Ecológica implantado com alta diversidade de espécies no estado de São Paulo, utilizando 101 espécies arbóreas. Essa ação subsidiou o desenvolvimento de políticas públicas no Estado.

 

A RPPN Paineira, reconhecida pela Fundação Florestal em novembro de 2016, possui 49,81 hectares e fica no município de Espírito Santo do Pinhal, na bacia do rio Mogi Guaçu, no Estado de São Paulo. É mantida com o objetivo de conservar a biodiversidade regional, o solo e a água. Por meio de diversos Estudos realizados nessa RPPN, foi possível identificar 83 espécies arbóreas e 98 espécies de animais, entre aves e mamíferos.

INTERNATIONAL PAPER  |  © 2018  |  Todos os direitos reservados